Boy Playing with Blocks
Twins with Down Syndrome in Wheelbarrow
Kids in Preschool

About Inclusive English - Sobre Inclusive English

No Inclusive English, acreditamos que todas as crianças devem ter a oportunidade de aprender inglês à sua maneira. Acreditamos que as necessidades educativas especiais nunca devem ser uma barreira para o aprender de um segundo idioma. Portanto, fornecemos aos pais e professores ideias, atividades e todos os materiais de que precisam (incluindo PDFs, áudios, música, livros de histórias e vídeos tutoriais) para ensinar inglês a seus filhos usando nosso método multissensorial.

 

Todas as crianças são indivíduos com diferentes estilos de aprendizagem preferidos, personalidades, habilidades, pontos fortes e dificuldades. Portanto, não podemos esperar que uma estratégia de ensino tamanho único funcione, especialmente quando se trata de crianças com necessidades educacionais especiais. É aqui que entra uma abordagem multissensorial.

 

About Us - Sobre Nós

 
Lee Imrie 

Lee Imrie co-fundadora da Inclusive English é escocesa e mudou-se para o Brasil há 8 anos, como estrangeira morando no Brasil e criando um filho bilíngue (Lucas, 3), ela se interessou nas melhores formas de ensinar inglês às crianças. O inglês é sua língua nativa, mas a língua nativa de seu filho é o português. Ela é formada em Biologia e Psicologia e parte de seus estudos incluiu desenvolvimento infantil, isto junto com seus anos de experiência na concepção e entrega de programas de treinamento corporativo enquanto trabalhava em Recursos Humanos e seus 8 anos de ensino de Inglês como Língua Estrangeira (EFL), ela decidiu criar seu próprio método.

 

 

Paul Dunne

Paul Dunne co-fundador da Inclusive English é irlandês e mora no Brasil há oito anos. Ele tem duas filhas Sofia (9) e Ana Luiza (7 que tem síndrome de down). Paul é formado em Administração de Empresas, mas desde que chegou ao Brasil tem ensinado inglês como língua estrangeira (EFL). Os filhos de Paul estavam lutando com o inglês e ele havia sido aconselhado por várias autoridades de saúde a não ensinar inglês a sua filha mais nova, Ana Luiza. Ele foi alertado de que criá-la bilíngue ou mesmo adicionar um segundo idioma seria muito confuso para ela, que impediria o desenvolvimento da fala em seu primeiro idioma. Depois de muita pesquisa, Paul percebeu que isso não era verdade e se propôs a criar um método que fosse verdadeiramente inclusivo.

e7b7256f-6375-4cb6-8b8b-490ce6b1f9de.jpg

Gallery - Galeria

Join us on Instagram - Junte-se a nós no Instagram

Free E-Book/E-Book Grátis

A Multisensory Approach to English as a Foreign Language

Uma Abordagem Multissensorial do Inglês como Língua Estrangeira